Início / Luta de Classes / Joinville – Base petista elege militante da Esquerda Marxista para a Direção Municipal do PT

Joinville – Base petista elege militante da Esquerda Marxista para a Direção Municipal do PT

Diante de um cenário político nacional, onde a direção do partido, por sua política de colaboração de classes, tem afastado os militantes de base, o Processo de Eleições Diretas do Partido dos Trabalhadores (PT) que em Joinville elegeu um militante da Esquerda Marxista para direção do diretório municipal, reveste-se de capital importância.

A Chapa Virar à Esquerda Reatar com Socialismo, a única que pautou o socialismo como programa de partido, conseguiu impulsionar a vitória no segundo turno. A fragilidade da direção do partido se manifestou nos votos dos militantes, sendo que as chapas de oposição a corrente majoritária do partido (CNB), pela primeira vez, fizeram a maioria dos votos em Joinville. Votaram 588 filiados. Adilson Mariano obteve 292 votos e João Batista candidato da situação e militante da corrente Construindo um Novo Brasil – CNB – 289. Houve sete votos nulos. A posse da nova direção será no dia 30/11 (sábado) às 9hs na sede do PT em Joinville.

A vitória desta chapa é uma vitória de todos os filiados que acreditam que o Manifesto de Fundação do partido deve ser nossa cartilha. Os filiados deram o recado de que querem de volta um partido de luta, comprometido com a militância e suas reivindicações, que retome contato com a base partidária para defender as bandeiras históricas dos trabalhadores e o socialismo.

A intervenção parlamentar, no sentido da mobilização das massas sob as palavras de ordem da revolução proletária que sustenta o mandato do Vereador Adilson Mariano apontou a única alternativa aos filiados que assistem a degeneração da maioria dos dirigentes do partido que entregaram as bandeiras de luta da classe trabalhadora para atender os interesses dos capitalistas.

Após um governo municipal eleito pelo povo com apoio de toda militância organizada, que não se voltou às bases, tampouco às instancias partidárias, mas que, entretanto, atendeu da forma mais adequada aos interesses da burguesia local, o partido se dividiu e aflorou suas contradições.  

A direção do partido que outrora não se posicionou frente às jornadas de junho e julho, agora erguerá a bandeira: “Público e gratuito para todos!”, com a defesa dos serviços públicos de qualidade e contra o sucateamento que avança com os processos de privatizações. Retomar a bandeira do socialismo, com a organização e mobilização das bases partidária que seguem acreditando na força da classe trabalhadora, combatendo a criminalização dos movimentos sociais, será a pauta do Partido dos Trabalhadores em Joinville, com a organização dos núcleos nos bairros, com os trabalhadores e com a juventude. 

Precisamos retomar nossa cor, nossa luta e nossa militância. Precisamos virar a esquerda e reatar com o socialismo.” (Adilson Mariano- Presidente do Partido dos Trabalhares (PT) em Joinville.)

Deixe seu comentário

Leia também...

Dois projetos que privatizam a Educação Infantil em Florianópolis

Estão em tramitação na Câmara Municipal de Florianópolis dois projetos de lei que atacam frontalmente …