Início / Luta de Classes / Independência financeira para um mandato classista

Independência financeira para um mandato classista

Um dos vereadores da Esquerda Marxista destaca a visão dos revolucionários sobre o financiamento de seus candidatos.

A independência financeira é um princípio inegociável para a construção de candidaturas que representem a classe trabalhadora e seus interesses. Não há como manter a independência política se as campanhas são financiadas por grandes grupos econômicos, financeiros, grandes empresas e corporações.

As grandes empresas investem pesado em campanhas eleitorais para elegerem seus candidatos que irão defender seus interesses, normalmente contrários aos dos trabalhadores. Esta forma de financiar campanhas alimenta uma grande rede de corrupção, fazendo com que nos parlamentos em todos os níveis se instalem verdadeiras quadrilhas criminosas.

Nas eleições municipais se repete essa lógica podre. Os grupos econômicos que controlam as cidades, tais como especuladores imobiliários, proprietários de grandes glebas urbanas, construtoras, empresas de ônibus etc., financiam diretamente e indiretamente seus candidatos.

A Esquerda Marxista e suas candidaturas reivindicam a história do movimento operário, que em suas origens se financiavam com dinheiro de seus militantes e simpatizantes. Na campanha eleitoral dizemos que é possível fazer isso, mantendo a independência financeira.

Não temos nenhum temor em pedir dinheiro à classe trabalhadora. É uma excelente oportunidade   para explicar e educar que somente com a absoluta independência financeira poderemos levar até o fim a defesa dos interesses de nossa classe.

* Roque Ferreira é vereador da Esqueda Marxista na cidade de Bauru, em São Paulo.

Artigo publicado na edição 91 do jornal Foice&Martelo, de 29 junho de 2016.

Deixe seu comentário

Leia também...

Camarada Roger, presente!

É com imensa tristeza que informamos a morte do nosso jovem camarada Roger Eduardo Miranda. …