Início / Artigos / Internacional / Faculdade de Nanterre: libertem nossos camaradas!
Assembleia geral na Faculdade de Nanterre, em 10 de abril

Faculdade de Nanterre: libertem nossos camaradas!

Em 9 de abril, a presidência da Faculdade de Nanterre cercou com duas seções das Companhias Republicanas de Segurança (CRS)[1] um anfiteatro para expulsar violentamente uma centena de estudantes reunidos em assembleia geral. Sete estudantes foram presos. Seis permanecem sob a custódia da polícia, incluindo nosso camarada Andreas Coste e o camarada Victor Mendez (foto algemado). Claramente as prisões visam como “alvos” os agitadores do movimento estudantil na faculdade.

Os estudantes presos não são culpados de qualquer ato violento. A violência, que chocou aos estudantes e aos demais presentes, era inteiramente das CRS. Vários vídeos gravados no momento das ações são suficientes para demonstrar isso.

Essa repressão e as prisões visam quebrar a legítima mobilização contra a Lei de Orientação e Êxito dos Estudantes (ORE)[2], mas tiveram efeito oposto: no dia 10, na Faculdade de Nanterre, mais de 700 pessoas estão reunidas em assembleia geral. É a mais importante nesta faculdade desde o início do movimento.

Nós exigimos a libertação imediata dos seis estudantes detidos dia 9. Óbvio que nenhum processo deve ser movido contra eles. Convocamos os estudantes de Nanterre e de outros lugares a responder à repressão com uma mobilização ainda mais massiva contra a Lei ORE e contra toda a política reacionária do governo. Ao mesmo tempo, as organizações sindicais e políticas do movimento dos trabalhadores devem reagir firmemente e se mobilizarem contra as violências policiais que se multiplicam em todo o país contra os estudantes.

  • Libertem nossos camaradas!
  • Contra a repressão: mobilização!
  • Estudantes e trabalhadores: todos em luta junto aos ferroviários!

Manifesto de Révolution, seção francesa da Corrente Marxista Internacional, sob o título “Fac de Nanterre: libérez nos camarades!” , em 10 de abril de 2018.

 Tradução: Nathan Belcavello de Oliveira.

[1] Compagnies Républicaines de Sécurité – Companhias Republicanas de Segurança, força especializada de repressão de manifestações da Polícia Nacional da França (Nota do Tradutor – N.T.).

[2] Loi nº 2018-166 à l’Orientation et à la Réussite des Étudiants – Lei nº 166/2018 de Orientação e Êxito dos Estudantes, promulgada em 8 de março de 2018, de reforma universitária nos primeiros anos do Ensino Superior francês imposta pelo governo de Macron (N.T.).

Deixe seu comentário

Leia também...

Por uma Frente Antirrepressiva Republicana na Catalunha e na Espanha! Abaixo o regime de 1978!

Nós, da corrente Lucha de Clases, seção espanhola da Corrente Marxista Internacional, rechaçamos a prisão …