Início / Luta de Classes / Em Santa Catarina, depois de uma vitoriosa campanha dos marxistas, aumentar nossas forças e derrotar Aécio no segundo turno

Em Santa Catarina, depois de uma vitoriosa campanha dos marxistas, aumentar nossas forças e derrotar Aécio no segundo turno

Os candidatos da Esquerda Marxista em Santa Catarina, Adilson Mariano e Moacir Nazário, finalizaram as eleições com 15.923 e 4.596 votos respectivamente. Consideramos que estes números representam uma importante vitória para a Esquerda Marxista, como sempre, nossa campanha é militante e independente financeiramente.

Os candidatos da Esquerda Marxista em Santa Catarina, Adilson Mariano e Moacir Nazário, finalizaram as eleições com 15.923 e 4.596 votos respectivamente. Consideramos que estes números representam uma importante vitória para a Esquerda Marxista, como sempre, nossa campanha é militante e independente financeiramente.

Nosso objetivo foi alcançado, pois fizemos importantes discussões e temos muito trabalho para continuar. Conscientizar nossos militantes, simpatizantes da necessidade de unidade e independência dos trabalhadores e da juventude foi o centro de nossa campanha eleitoral.

Não temos dúvidas de que muitos militantes estão incomodados com a falta de algo que represente de fato os anseios da juventude e dos trabalhadores, os quais foram expressos em julho de 2013. O número de votos brancos e nulos para deputados e senadores é a expressão deste descontentamento, portanto, nossa responsabilidade de explicar o que está acontecendo é ainda maior.

Diante da já esperada reeleição de Raimundo Colombo, para governador em SC, sabemos que nossas tarefas não serão pequenas. Nossas escolas e a saúde pública estão sucateadas, há um aumento considerado da repressão e, certamente, é de fundamental importância que façamos desses votos um agrupamento para marcharmos em defesa de nossos direitos. Temos convicção que o próximo período será de muito embate.

Cabe aos militantes revolucionários explicar que é preciso agrupar e construir as forças necessárias, não para aumentar simplesmente o número de votos e pensar nas próximas eleições, mas como disse o camarada Adilson Mariano ao término da apuração dos votos, reunido com a militância: “disputamos as eleições para construir uma organização que quer mudar o mundo, somos Socialistas e nosso combate só está começando”.

Para o segundo turno das eleições presidenciais lutaremos para que Aécio e o PSDB, junto com o PSB e seus amigos burgueses sejam derrotados e nas ruas mobilizaremos a juventude e a classe trabalhadora na luta pelas reivindicações e pelo socialismo.

Trabalhadores do mundo, uni-vos!

Deixe seu comentário

Leia também...

Dois projetos que privatizam a Educação Infantil em Florianópolis

Estão em tramitação na Câmara Municipal de Florianópolis dois projetos de lei que atacam frontalmente …