Início / Sem Categoria / Domingão do Faustão: o racismo apareceu e o publico riu

Domingão do Faustão: o racismo apareceu e o publico riu

Os artistas globais, exceto raras exceções, por obra de suas formações e do lugar que ocupam na mídia, cumprem uma função de reprodução da ideologia dominante. Nem sempre essa reprodução e recriação da ideologia dominante é realizada de forma conscientemente elaborada pelos papagaios da telinha.

Rodrigo Lombardi, no Dominhão do Faustão, disse admirar um ator negro, baixinho, caolho, que quando saia do palco saía lindão de olhos azuis. O inconsciente, o imaginário popular, controlado pela ideologia burguesa, racista por excelência, riu e aplaudiu inconscientemente.

Lombardi não poderia jamais ter se inspirado no neguitinho que entrando e saindo do palco, continuava neguitinho. Se inspirou no negro que em seu imaginário, para ser aceito, necessitava transmutar-se para uma imagem de um belo dinamarquês.

Para combater o racismo devemos combater as forças que o engendram. 

Sammy Davis Junior foi um grande ator negro, baixinho e zarolho! Nada mais. Que ninguém se inspire no Rodrigão. 
   
Veja o vídeo que recolhemos no youtube.

Deixe seu comentário

Leia também...

Espanha: greve de mineiros se enfrenta com a repressão policial

Há mais de 15 dias os mineiros da região das Astúrias na Espanha, estão em …