Início / Política Nacional e Internacional | Ver Mais / Resoluções & Declarações / Denuncie a detenção de Guilherme Boulos do MTST

Denuncie a detenção de Guilherme Boulos do MTST

Declaramos nossa solidariedade ao MTST, a Boulos, e às famílias. E chamamos nossos leitores a denunciar mais essa repressão de criminalização do Estado contra os movimentos sociais e ao direito de lutar.

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, Guilherme Boulos foi detido nesta manhã (17/1), e levado ao 49º Distrito Policial. A ação ocorreu durante operação de reintegração de posse da tropa de choque. Boulos negociava assistência para 700 famílias expulsas da Ocupação Colonial, em São Mateus, na zona leste de São Paulo. Ele foi liberado no fim da tarde, depois de prestar depoimento.

Declaramos nossa solidariedade ao MTST, a Boulos, e às famílias. E chamamos nossos leitores a denunciar mais essa repressão de criminalização do Estado contra os movimentos sociais e ao direito de lutar. Mais de 3 mil pessoas moravam no local, com crianças e idosos, a maioria sem lugar para ir. A Polícia Militar utilizou bombas de gás para avançar sobre os sem-teto.

Esse episódio se soma a uma série de agressões sofridas nos últimos anos por organizações, movimentos, ativistas e militantes em todo o país. Com o governo de Michel Temer, essa criminalização do direito de lutar aumentou de velocidade. Trata-se de uma tarefa de todas as entidades e lutadores denunciar essa situação, e adotar ações conjuntas para preservação das liberdades democráticas conquistadas.

Artigo atualizado em 17/01/2017, às 18h06.

Deixe seu comentário

Leia também...

Comunicado da Corrente Marxista Internacional sobre o referendo da independência catalã

Nós publicamos aqui um comunicado da Corrente Marxista Internacional sobre a crise na Espanha. O …