Início / Luta de Classes / Contra a criminalização do Movimento de Rádios Comunitárias!

Contra a criminalização do Movimento de Rádios Comunitárias!

No último dia 21 de novembro houve um importante ato político em frente à Justiça Federal de Campinas, em protesto à condenação injusta e absurda do companheiro Jerry de Oliveira.

No último dia 21 de novembro houve um importante ato político, reunindo dirigentes do movimento de rádios comunitárias e de luta pela liberdade de comunicação, em frente à Justiça Federal de Campinas, em protesto à condenação injusta e absurda do companheiro Jerry de Oliveira, do Movimento Nacional de Rádios Comunitárias, numa ação penal que foi resultante da legítima atuação de denuncia às ilegalidades e arbitrariedades praticadas pelos agentes da ANATEL.

Obviamente, a Esquerda Marxista se mostrou solidária e contra mais este ato de criminalização, justamente por compreender que a mesma encontra-se dentro de um contexto muito mais amplo de repressão às lutas sociais. Explicamos aqui, anteriormente, esse emblemático caso do uso do Poder Judiciário para combater os militantes dos movimentos sociais.

Veja: Contra a condenação de Jerry e contra a criminalização das rádios comunitárias!

Novamente, agora neste ato público de grande qualidade política, onde se apresentava a apelação à sentença proferida, a intervenção de nosso camarada Rafael Prata

explicou muito bem o significado da criminalização da luta das rádios comunitárias nesta nova situação política.

Veja também a respeito o vídeo abaixo.

Deixe seu comentário

Leia também...

Campinas na luta contra o Escola Sem Partido e a Lei da Mordaça!

A Associação dos Professores da Puc-Campinas (Apropucc) emitiu nota esta semana repudiando o projeto de …