Início / Artigos / Chávez acaba com RCTV do Capital em prol da TV Social

Chávez acaba com RCTV do Capital em prol da TV Social

Em 28/05 entrou no ar a nova emissora de TV venezuelana: a Televisão Venezuelana Social (TVes), captada por sinal aberto no canal 2, espaço ocupado ate às 23h59 de domingo pela RCTV, cuja concessão não foi renovada pelo governo.

A decisão do Governo Chávez de não renovar a concessão da emissora de TV golpista RCTV foi um duro golpe para a oligarquia venezuelana e latinoamericana.

Não só isso: deixou em pânico o controle midiático do capitalismo no mundo todo, que tem se empenhado em pintar o Governo Chávez como ditatorial e violador dos Direitos Humanos.

A campanha internacional “Tirem as Mãos da Venezuela”, impulsionada no Brasil pela Esquerda Marxista do PT e organizada em vários outros países, lança declaração internacional pela liberdade de expressão na Venezuela e pela não renovação da licença da RCTV: “Reconhecemos que a não-renovação da licença de transmissão da RCTV é uma decisão legítima e democrática do governo venezuelano. A razão desta ação não é a oposição da RCTV ao governo do presidente Hugo Chávez, mas que este canal de TV participou diretamente da organização do golpe militar contra o governo democraticamente eleito. Saudamos particularmente a decisão de criar uma nova televisão de acesso público: a Tves. O problema da mídia na Venezuela não é que o governo esteja censurando a liberdade de expressão, mas a necessidade de democratizar o acesso aos meios de comunicação que estão controlados por um punhado de grandes monopólios que utilizam suas posições para sabotear a vontade da maioria do povo venezuelano”.

Deixe seu comentário

Leia também...

Seminário sobre Liberdade e Independência Sindical

Joinville-SC, de 24 a 26 de novembro de 2017 Inscrições até 10/11/2017 A Esquerda Marxista …

Deixe uma resposta