Início / Artigos / Internacional / Carta aberta do Comitê Central do Partido Comunista da Ucrânia aos partidos comunistas, operários e de esquerda de todo o mundo

Carta aberta do Comitê Central do Partido Comunista da Ucrânia aos partidos comunistas, operários e de esquerda de todo o mundo

Toda solidariedade da Esquerda Marxista contra a ilegalização do PCU.  Os lutadores anti-fascistas da Ucrânia precisam de apoio: 

Gostaríamos de agradecer através desta a ajuda que vocês continuam a oferecer não apenas ao Partido Comunista da Ucrânia, mas também ao povo ucraniano em geral, apesar da difícil situação que estamos vivendo.

Toda solidariedade da Esquerda Marxista contra a ilegalização do PCU.  Os lutadores anti-fascistas da Ucrânia precisam de apoio: 

Gostaríamos de agradecer através desta a ajuda que vocês continuam a oferecer não apenas ao Partido Comunista da Ucrânia, mas também ao povo ucraniano em geral, apesar da difícil situação que estamos vivendo. As forças comunistas e de esquerda estão sempre solidariamente unidas em oposição a qualquer conflito civil, pregando a paz e o respeito aos valores humanos.

A Ucrânia vive hoje um estado de guerra civil e está dirigindo-se rapidamente a um desastre econômico e a um colapso social. Boa parte da produção econômica na Ucrânia, em sua maior parte a indústria pesada, a engenharia automotiva, mineração e metalurgia, cessaram completamente suas atividades. A moeda nacional desvalorizou-se 1,7 vezes. Políticas públicas levadas a cabo pelo governo atual não correspondem aos slogans e às promessas feitas ao povo anteriormente.

Estamos seguros de que vocês conhecem muitos dos fatos em questão, entre os quais as atrocidades e os crimes de guerra cometidos na Ucrânia oriental, além de como as classes populares têm vivido em condições de desemprego em massa, falta de dinheiro e nenhuma esperança no amanhã. Muitos destes cidadãos tiveram a oportunidade de deixar a Ucrânia, pois não enxergavam aqui nenhuma perspectiva de vida nem de futuro. Como parte das atuais mobilizações militares e do alistamento às forças armadas, uma massa de cidadãos foi levada a servir militarmente, dentro da qual muitos foram enviados à guerra e tantos outros jamais retornarão vivos.

No contexto dessa tragédia popular, o governo da Ucrânia segue destruindo qualquer oposição política. O processo que visa ilegalizar o Partido Comunista da Ucrânia é um espetáculo midiático e uma farsa, que unificou o governo atual com a ampla participação de forças nacionalistas e pró-fascistas. O objetivo aqui é apenas um: tentar desviar a atenção pública dos problemas reais na Ucrânia.

Já tendo ocorrido duas seções do julgamento, fica claro que este é uma tentativa grosseira de provar de qualquer maneira a culpa do Partido Comunista como promovedora do caos que assola o país. Durante estas seções, ocorreram tentativas de militantes nacionalistas de tumultuar os processos. Os nacionalistas invadiram a sala do tribunal e atacaram os advogados do Partido Comunista, ameaçaram e insultaram os juízes e outras autoridades, interrompendo constantemente o julgamento com pedidos e gritos de ordem no tribunal. Para o público na Ucrânia e na União Europeia, tais fatos demonstraram a ausência de qualquer sistema de justiça civilizado, bem como o fato de que as regras básicas do processo penal foram ignoradas, que supostamente deveriam respeitar as leis do Direito Europeu, uma vez que a Ucrânia firmou oficialmente seu compromisso com os valores da União Europeia.

A próxima seção do julgamento ocorrerá em Kiev no dia 4 de setembro de 2014 às 10 horas da manhã no horário local.

Nós temos considerável capacidade de resistir o suficiente a qualquer investigação e ameaça nacionalista, mas continuamos a pedir o apoio de vocês ao Partido Comunista da Ucrânia. Nós pedimos seu auxílio solidário na criação de uma posição favorável a nossa luta na opinião pública, bem como qualquer outro meio de ajuda e de apoio.

Nós agradecemos sinceramente seu apoio e solidariedade.

Atenciosamente,

O Comitê Central

Partido Comunista da Ucrânia

http://www.kpu.ua

Deixe seu comentário

Leia também...

Seminário Sobre Liberdade e Independência Sindical

Joinville-SC, de 24 a 26 de novembro de 2017 Inscrições até 10/11/2017 A Esquerda Marxista …