Início / Sem Categoria / Carta à pré-candidatura de Márcio Pochmann e à base do PT

Carta à pré-candidatura de Márcio Pochmann e à base do PT

Rafael Prata é pré- candidato a vereador, na luta pelo socialismo
A carta que segue abaixo esta aberta aos companheiros que desejam lutar para que a candidatura Pochmann seja uma candidatura de ruptura com a burguesia.  Essa é a luta de Rafael Prata, da Esquerda Marxista, que é pré-candidato a vereador pelo PT, apoiado pelos demais primeiros signatários, por uma candidatura PT que rompa com os patrões!

Pela candidatura de Pochmann, para romper com a burguesia

Companheiros,

O que aconteceu na cidade de Campinas, e com nosso partido, é mais um exemplo trágico do equívoco que é a política de colaboração entre classes sociais antagônicas, aplicada pela maioria da direção do PT, desde o governo Lula, aprofundando-se com Dilma e chegando até os menores municípios do país e que se expressa nas alianças com todo o tipo de partido burguês (PMDB, PP, PDT, PSB).

A lama da corrupção do ex-prefeito Hélio e sua quadrilha espirrou no PT porque o partido era parte integrante do governo. Um governo marcado pelas privatizações/terceirizações e abandono do serviço público, pela truculência contra o movimento sindical dos servidores e os movimentos sociais e pela criminalização da pobreza.

Por isso, sempre lutamos pelo fim dessa experiência e lutaremos para que isso não se repita nunca mais! Agora é hora de virar à esquerda e reatar com o socialismo. É hora de lutar por um governo dos trabalhadores para os trabalhadores, ou seja, um governo que apoiado no movimento sindical, nos movimentos sociais, nas associações de bairros populares, nas organizações estudantis e da juventude, atenda as reivindicações mais sentidas do povo de Campinas.

Pochmann é pré-candidato a prefeito pelo PT

Para tanto, é necessário construirmos uma candidatura própria do PT, sem alianças com os partidos burgueses e uma campanha eleitoral baseada na militância e na auto-arrecadação financeira, ou seja, independente dos patrões.

A pré-candidatura do companheiro Márcio Pochmann aparece para a base do partido como uma alternativa à esquerda nestas prévias. Mas para jogar este papel de fato, a pré-candidatura de Pochmann tem que ser de ruptura com essa política de alianças. Não há como governar a favor dos trabalhadores e da juventude em aliança com empresários e os partidos capitalistas. Nossa aliança deve ser exclusivamente com o povo trabalhador e suas organizações de luta por melhores condições de vida e pelo socialismo. Para isso, é preciso construir uma campanha com independência de classe, que defenda as reivindicações e nosso programa socialista.

Só assim será possível construir um governo que, apoiado nas organizações sindicais e populares, reverta as terceirizações e privatizações e se recuse a dar incentivos fiscais aos grandes empresários e banqueiros e garanta o atendimento das reivindicações dos trabalhadores, da juventude e da população pobre de Campinas. O PT foi fundado para isso e é esse o caminho para a vitória eleitoral em 2012. Uma vitória que certamente será uma alavanca para a construção de um governo dos trabalhadores, um governo sem patrões, um governo socialista em todo o país. 

Neste caminho, nós daremos todo apoio à pré-candidatura do companheiro Márcio Pochmann.

Destacamos abaixo, algumas reivindicações prioritárias que a pré-candidatura Pochmann e o futuro governo do PT terão que encarar:

– Reversão das privatizações e terceirizações na saúde, educação, cultura, obras, infra-estrutura e nas autarquias e empresas municipais!

– Municipalização do Hospital Ouro Verde e campanha pela Federalização junto ao governo Dilma!

– IPTU progressivo: quem pode mais, paga mais! Quem pode menos, paga menos!
– Regularização fundiária e um plano de construção de moradias através da Cohab para zerar o déficit habitacional!

– Passe-livre estudantil e reestatização do transporte coletivo!

– Vagas para todas as crianças nas EMEIs e CEMEIs. Transformar as Naves-Mãe em escolas públicas!

– Mais verbas do orçamento público para os serviços e servidores públicos!

– Recuperar o patrimônio histórico-cultural público de Campinas!

– Concurso público em todas as áreas para gerar empregos e atender com dignidade a população!

– Ruptura com a Lei de (Ir)Responsabilidade Fiscal e campanha junto à Dilma pela revogação da LRF!

Primeiros assinantes:

Rafael Prata – bancário, membro do Diretório Municipal do PT. 
Alexandre Mandl – advogado, membro do Conselho da Fábrica Ocupada Flaskô. 
Renata Ap. da Costa – servidora pública municipal. 
Mariana Garcia de Castro Alves – servidora pública federal. 
Flávio Henrique F. Ferrão – professor.

Deixe seu comentário

Leia também...

Camarada Roger, presente!

É com imensa tristeza que informamos a morte do nosso jovem camarada Roger Eduardo Miranda. …