Início / Luta de Classes | Ver Mais / Candidatos da EM de Santa Catarina apresentam eixos de campanha

Candidatos da EM de Santa Catarina apresentam eixos de campanha

Adilson Mariano e Airton Sudbrack assumem compromisso de um mandato a serviço das reivindicações da classe proletária, combatendo o capitalismo e sua ação predatória econômica e sócio-ambiental.

A Esquerda Marxista apresenta os nomes de Adilson Mariano e de Airton Sudbrack para concorrerem aos cargos de deputado estadual e federal, respectivamente, por Santa Catarina. Mariano está em seu terceiro mandato em Joinville e nas últimas eleições foi eleito como o vereador mais votado da história do PT de Santa Catarina. Sudbrack é advogado e atua como assessor jurídico do Centro de Direitos Humanos de Jaraguá do Sul.

O centro das candidaturas da Esquerda Marxista será a defesa em todos os espaços de intervenção de um governo que atenda às reivindicações dos trabalhadores, socialista e contra a coalizão com partidos que historicamente têm defendido os interesses da burguesia.

colocarão seus mandados à disposição da organização dos trabalhadores, contra o fechamento de fábricas, como a Cipla e a Busscar, em defesa de seus direitos, contra a diminuição de salários e a favor da redução de carga horária para 40 horas semanais.

A privatização dos serviços de responsabilidade do Estado e o repasse de verbas para que Organizações Sociais administrem órgãos públicos significa o desvio do dinheiro da população e serão combatidos. A mesma lógica será aplicada às terceirizações, que são uma forma de repassar encargos trabalhistas, pagar menos aos trabalhadores e gerar lucros a empresários. O governo tem plena competência de assumir seus compromissos, desde que sirva ao povo trabalhador e não aos interesses financeiros de uma minoria.

A reforma agrária e urbana, a defesa do meio ambiente na perspectiva de que a destruição da natureza ocorre em decorrência do sistema capitalista e afeta principalmente a população mais pobre, a saúde pública e a organização da juventude por seus direitos, também compõe a plataforma política dos candidatos catarinenses da EM.

Adilson Mariano

É vereador de Joinville desde 2001 e membro da Esquerda Marxista desde 2004. Foi operário metalúrgico e professor de história da rede estadual de ensino.

Em seus mandatos tem defendido incondicionalmente a classe trabalhadora, apoiando greves, posicionando-se contra os aumentos da tarifa de transporte, lutando contra a privatização dos serviços públicos, defendendo os empregos e os direitos dos trabalhadores da Cipla, Interfibra, Profiplast, Busscar, entre outras empresas. Mariano sempre apoiou a reivindicação do passe livre para estudantes e, desde 2008, luta pela conquista da gratuidade da passagem para os idosos acima de 60 anos. Defendeu o direito ao trabalho dos artesãos, ambulantes, dos trabalhadores em lanches rápidos e dos mototaxistas.

Mariano se posicionou a favor da redução nacional de jornada para 40 horas sem redução de salários e criticou duramente as empresas da região que praticaram a redução de horas de trabalho com diminuição de salários no período da crise econômica. Apóia também as campanhas pela Petrobrás 100% estatal e pela reestatização da Vale. No município, defende a criação de uma empresa pública de transporte coletivo e a federalização da Universidade da Região de Joinville.

Tais posicionamentos renderam a Mariano uma expressiva progressão de confiança dos trabalhadores. Elegendo-se em 2000 com 2.926 votos, em 2004 com 2.826 e em 2009 com 5.565 votos, tornando-se o vereador mais votado da história do PT em Santa Catarina. Em 2006, ele concorreu pela primeira vez a deputado estadual e recebeu quase 16 mil votos.

Airton Sudbrack

É advogado, atua na defesa dos trabalhadores nos conflitos trabalhistas. Foi um dos fundadores do Centro dos Direitos Humanos de Jaraguá do Sul, em 1997, do qual é atualmente assessor jurídico.

Exerceu a advocacia trabalhista no município de Caçador. Em Jaraguá do Sul, foi assessor jurídico do Sindicato dos Trabalhadores do Vestuário e, mais recentemente, da Associação Recreativa dos Servidores Públicos Municipais de Jaraguá do Sul (Arsepum). É secretário de Formação Política da Executiva Municipal do PT de Jaraguá do Sul.

Ativo militante nos movimentos sociais e sindical, Airton tem dedicado sua vida à luta em defesa dos direitos, contra o capitalismo.

Com a destruição em Santa Catarina provocada pelas enchentes, onde centenas de pessoas perderam suas vidas e habitações; com a tentativa da multinacional Arcelor Mital de construir o Terminal Marítimo Mar Azul em São Francisco do Sul, em meio à área de preservação permanente e dentro de um estuário ecológico da Bahia da Babitonga, Airton passou a ter uma forte atuação no campo ambiental.

Deixe seu comentário

Leia também...

A juventude no lançamento do livro Stalin, de Leon Trotsky

Repercussão do lançamento da edição brasileira em São Paulo No dia 4 de outubro de …

Deixe uma resposta