Início / Artigos / Outras Análises | Ver Mais / Geral / Barbárie no Maranhão

Barbárie no Maranhão

Apesar dos protestos de várias alas do partido, a direção nacional do PT renovou sua aliança com o clã Sarney no Maranhão. Lobão Filho é o candidato à sucessão de Roseana Sarney com um vice do PT, contra Flavio Dino do PCdoB, que está aliado ao PSDB.

Apesar dos protestos de várias alas do partido, a direção nacional do PT renovou sua aliança com o clã Sarney no Maranhão. Lobão Filho é o candidato à sucessão de Roseana Sarney com um vice do PT, contra Flavio Dino do PCdoB, que está aliado ao PSDB.

No campo e nas florestas do Estado, aqueles que confiavam no PT para derrotar os latifundiários se veem agora numa situação desesperadora. No último mês, índios da tribo Ka’apor foram flagrados enfrentando madeireiros que atuavam ilegalmente em suas terras. A tribo se encontra acuada e sitiada, com suas terras frequentemente invadidas por bandos armados ligados às madeireiras. Denúncias já foram feitas para órgãos como Ministério Público Federal, Policia Federal e Secretaria de Segurança do Estado, que nada fazem. O Incra e a Funai sofrem com a falta de pessoal e vários casos de corrupção. Essa paralisia geral está ligada ao fato de que o clã Sarney, representantes históricos dos interesses dos latifundiários, tem influência em vários órgãos do governo federal.

Diante disso, os indígenas não encontram outra alternativa além de lutar por seus próprios meios, usando arcos, paus e pedras contra os madeireiros e seus capangas armados. Essa é parte da barbárie capitalista, causada pela conciliação de classes promovida pelo PT no Maranhão e em todo o Brasil.

Deixe seu comentário

Leia também...

Por que os trabalhadores devem repudiar o PLS 116/17, que prevê a demissão de servidores?

No dia 4 de outubro de 2017, foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e …