Início / Luta de Classes | Ver Mais / Ato por uma comunicação livre e democrática

Ato por uma comunicação livre e democrática

No dia 21 de novembro, a partir das 17h00min, comunicadores populares e defensores de uma comunicação livre e democrática realizarão um Ato em frente à Justiça Federal, de Campinas. (Avenida Aquidabã, 465)

No dia 21 de novembro, a partir das 17h00min, comunicadores populares e defensores de uma comunicação livre e democrática realizarão um Ato em frente à Justiça Federal, de Campinas. (Avenida Aquidabã, 465)

Por que um Ato?

Vivemos na cidade e região um processo de intensa criminalização das rádios comunitárias e livres. Entre os fatos recentes, está a condenação de um radialista comunitário, Jerry de Oliveira, pela justiça, a perseguição à Rádio Muda, além do fechamento de rádios com violações de direitos humanos, a invasão sem mandado de uma casa, gerando até o aborto de uma radialista e outras arbitrariedades e violências. Isto é parte de um intenso processo de criminalização das lutas sociais e repressão, como visto nos despejos de várias comunidades da cidade, e no processo sofrido pelos ocupantesda Câmara Municipal de Campinas, incluindo, também, integrantes de mídias livres.

Por outro lado, vivemos um quadro regional que reflete o que ocorre a nível nacional, o controle da informação por empresas de comunicação monopolistas. Estes grupos, que possuem concessões de rádio e TVs públicas, praticam amplas campanhas contra as lutas sociais e são, junto ao Estado, responsáveis pela perseguição às rádios comunitárias e livres. Da mesma forma, as emissoras públicas não são abertas à participação popular, sendo controlada por grupos totalmente fechados.

Rádio e TV são adquiridas através de concessão pública! Dessa forma, toda a sociedade tem, ou deveria ter, direito à comunicação, pois já passou a hora de emissoras de rádios e tvs ficarem não mão de políticos e seus pares, transformando a informação em interesses políticos e unicamente comerciais distantes do povo!

Queremos o direito de falar! De sermos ouvidos! E não apenas de escutar.

Por estes motivos estaremos lá, lutando:

– Contra o fechamento das rádios, a repressão e as violações dos Direitos Humanos nestes processos! 

– Contra os processos aos radialistas comunitários! Contra a condenação do Jerry e a perseguição política e midiática à Rádio Muda!

– Contra a criminalização das lutas em Campinas! 

– Fora Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações e Fora José Eduardo Cardoso, Ministro da (In)Justiça!

– Por uma comunicação verdadeiramente democrática em Campinas, semmonopólios e com participação popular!
 
– Pelo fim da propriedade privada da comunicação!

No dia 21 estaremos presentes, na Justiça Federal, para protocolar o pedido de apelação de Jerry de Oliveira, depois de ter sido condenado, além de denunciar as violações aos direitos humanos ocorridos nos processos de fechamento de rádios.

Veja o texto de Jerry de Oliveira:

 https://www.facebook.com/jerrydeoliveiraradios/posts/713744588655040

Texto da Carta Capital sobre seu processo- http://www.cartacapital.com.br/blogs/intervozes/estado-brasileiro-processa-militante-e-criminaliza-radios-comunitarias-6084.html

Deixe seu comentário

Leia também...

Reforma foi adiada por debilidade do governo, não pela pressão das centrais sindicais

Fala do militante da Esquerda Marxista, ex-vereador e ferroviário Roque Ferreira em ato organizado dia …