Início / Luta de Classes | Ver Mais / Atividades da Frente Povo Sem Medo no Rio de Janeiro

Atividades da Frente Povo Sem Medo no Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, a Frente Nacional de Mobilização Povo Sem Medo realizou algumas importantes atividades nesse final de ano de 2015, reunindo, em sua maioria, jovens militantes.

No Rio de Janeiro, a Frente Nacional de Mobilização Povo Sem Medo realizou algumas importantes atividades nesse final de ano de 2015, reunindo, em sua maioria, jovens militantes.

No dia 08 de novembro, foi realizado ato na porta do condomínio de Eduardo Cunha, na Barra da Tijuca, atividade que se conectou a dezenas de outras em São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Brasília, Curitiba, Porto Alegre etc. Algumas das consignas foram “Fora Cunha e o Ajuste Fiscal”, “Nenhuma saída à direita!”, “O povo não pode pagar pela crise!”. E as intervenções feitas no megafone passaram um claro recado contra os ataques do Congresso e do Governo Dilma que atingem trabalhadores, mulheres e jovens.

No dia 23 de setembro, ocorreu o lançamento da Frente Povo Sem Medo no Rio de Janeiro, lotando um auditório da UERJ, universidade que vem sofrendo duros ataques ao seu orçamento por parte do Governo Pezão (nesse momento está com aulas suspensas e sob ocupação dos estudantes). Participaram do ato diversos parlamentares de diversos partidos de esquerda, como o deputado estadual Marcelo Freixo do PSOL, assim como dirigentes da Frente Nacional, como Guilherme Boulos, do MTST. E novamente o que predominou nas falas de representantes de mais de 30 organizações que subscrevem a Frente foi o sentimento de que a mobilização contra as medidas de Eduardo Cunha é central para o movimento dos trabalhadores, assim como a luta contra a política de ajuste fiscal do indefensável Governo Dilma.

Algumas das organizações que têm participado da Frente no RJ são: MTST, Juntos, Rua, Juventude Marxista, JSol, JCA, UJR, UEE, CUT, Intersindical, Brigadas Populares, diversos parlamentares de esquerda, além de muitos outros coletivos de luta  e militantes independentes. A conjuntura indica que o ano de 2016 será de agravamento da crise social e política e, portanto, período de muitas mobilizações nas quais a Frente Povo Sem Medo pode jogar um importante papel para unificar todos aqueles dispostos a lutar contra a austeridade.

Os militantes da Juventude Marxista seguirão participando da Frente Povo Sem Medo defendendo a unificação das diversas lutas dos trabalhadores e jovens para conseguir defender e conquistar mais direitos, explicando que não devemos dar nenhuma trégua à luta contra os ataques do governo por conta de um suposto golpe em curso, e que a saída é varrer as instituições podres do Estado burguês e construir o socialismo. Convidamos todos para participar do nosso acampamento de férias, que vai acontecer na fábrica ocupada Flaskô, no final de janeiro de 2016.

Para se inscrever no Acampamento Revolucionário da Juventude, clique neste link https://docs.google.com/forms/d/19AcqYU6WZRNHVOee19UkHbRLvMAAV8tQ7AKA-_uus8g/viewform?c=0&w=1

Deixe seu comentário

Leia também...

A juventude no lançamento do livro Stalin, de Leon Trotsky

Repercussão do lançamento da edição brasileira em São Paulo No dia 4 de outubro de …