Início / Artigos / Internacional / As mobilizações de 15 de Outubro pelo mundo (vejam os vídeos!)

As mobilizações de 15 de Outubro pelo mundo (vejam os vídeos!)

Análise e vídeos das mobilizações ocorridas ao redor do mundo em 15 de outubro.
 

Em mais de 80 países ocorreram manifestações no último sábado. Em alguns as mobilizações foram massivas, como na Espanha, em outros reuniram-se algumas centenas

Apesar da falta de uma direção política operária e da presença de bandeiras vagas no chamado para as manifestações como “democracia real”, “não-violência”, “democracia participativa”, etc, a indignação presente nas massas encontrou aí uma oportunidade de se expressar. Essa indignação está diretamente relacionada com a crise econômica e os cortes na qualidade de vida que os governos têm imposto ao povo para salvar o capitalismo. É esse sentimento explosivo que tem tido seus efeitos inclusive no coração do capitalismo com o movimento Ocupar Wall Street, que serviu também de inspiração para os protestos de 15 de outubro.

É com alegria que vemos as mobilizações de massa se espalhando pelo mundo, ao mesmo tempo, não podemos deixar de observar que essas mobilizações ainda precisam aprofundar seu caráter de classe, deixar para trás as bandeiras e os métodos confusos, e organizar-se no sentido da tomada do poder do Estado, dos bancos e dos grandes meios de produção pela classe trabalhadora para se conquistar uma vitória real.        

 

A maior concentração do dia 15 ocorreu na Praça Puerta Del Sol, em Madri (Espanha), uma multidão tomou a praça e as ruas que a cercam, veja vídeo:

Outra grande manifestação na Espanha, em Barcelona, também tomou as ruas. Vejam esse vídeo e as bandeiras que estão sendo levadas pelos manifestantes:

 

Em Roma, Itália, houve confronto dos manifestantes com a polícia:

Em Frankfurt, Alemanha, milhares também participaram do protesto:

 

Em Londres também ocorreu manifestação que contou com a participação de Julian Assange, do WikiLeaks:

 

Nos EUA, o movimento Ocupar Wall Street marchou pela Times Square em Nova York, novamente manifestantes foram presos:

 

Atos ocorreram em muitos outros países: Japão, Austrália, Chile, México, etc.
 

No Brasil, além de uma convocação confusa, e organizadores que misturam apartidarismo, horizontalidade e revolução ética, dando as costas para as organizações tradicionais da classe trabalhadora, a situação política é outra, as mobilizações políticas de massa ainda não fazem parte do atual cenário em nosso país, mas esses ventos também chegarão por aqui. Disseram que o povo egípcio era apático, disseram que o povo norteamericano era apático, apesar do tanto que ainda é preciso avançar, vejam o que eles fizeram e estão fazendo! O proletariado brasileiro ainda vai mostrar a sua força.

O fato é que em todo o mundo os capitalistas tremem! A crise se aprofunda e as massas entraram em cena!

Deixe seu comentário

Leia também...

Argentina: Mobilização para combater os capitalistas e seu ajuste

O governo federal avança a toda velocidade tentando impor o ajuste disfarçado de reforma. Assim …