Início / Luta de Classes | Ver Mais / A batalha pela moradia: sem-teto ocupam edifícios em São Paulo

A batalha pela moradia: sem-teto ocupam edifícios em São Paulo

 

Hoje pela madrugada, na cidade de São Paulo, vários sem-teto dos movimentos de moradias ocuparam quatro edifícios. Ocuparam um prédio do INSS na Avenida Nove de Julho e estavam abrigados em 3 dos 15 andares do prédio. Outro grupo ocupou o prédio do Banco do Brasil no bairro da Bela Vista. O prédio da Avenida 9 de julho acaba de ser desocupado.

Hoje pela madrugada, na cidade de São Paulo, vários sem-teto dos movimentos de moradias ocuparam quatro edifícios. Ocuparam um prédio do INSS na Avenida Nove de Julho e estavam abrigados em 3 dos 15 andares do prédio. Outro grupo ocupou o prédio do Banco do Brasil no bairro da Bela Vista. O prédio da Avenida 9 de julho acaba de ser desocupado.

Por volta da 1 hora da madrugada um grupo de sem-teto ocupou a Caixa Econômica junto à rodovia Anhanguera, em Cajamar. Também foi ocupado outro edifício do INSS na Avenida Senador Teotônio Vilela, Cidade Dutra, zona sul da capital.

Na Barra Funda invadiram um terreno e estavam abrigados sob uma grande lona.

Há instantes atrás os manifestantes saíram do prédio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na Avenida Nove de Julho, no centro e do terreno na Barra Funda. Mas a luta prossegue. Até o momento não foi divulgado se houve alguma repressão policial.

Kassab o gerente de plantão dos especuladores imobiliários

No Brasil existe, segundo dados oficiais, um déficit habitacional de 5,8 milhões moradias. Em São Paulo existe a necessidade de construir pelo menos pelo menos 1 milhão de habitações. O governo Kassab tem tratado os movimentos dos sem-teto na base da repressão e sempre não pede nenhuma oportunidade para implantar programas que valorizam as áreas degradas para beneficiar os megainvestidores e especuladores.

Um governo que realmente queira resolver o problema da moradia e dar teto aos sem- teto deveria começar por expropriar os imóveis desocupados (Na capital existem mais de 400 mil imóveis vazios). As áreas de reservas para a especulação imobiliária e as máfias das construtoras sofreriam duro golpe se um governo do PT, apoiado nas organizações populares financiasse diretamente os grupos de sem-teto para que construíssem suas moradias por meio de suas entidades ao invés de jogar dinheiro a rodo nas mãos dos banqueiros e especuladores aliados da burguesia.

Todo apoio à luta dos sem-teto!

Deixe seu comentário

Leia também...

A juventude no lançamento do livro Stalin, de Leon Trotsky

Repercussão do lançamento da edição brasileira em São Paulo No dia 4 de outubro de …